Instalando e configurando o PhpStorm no Debian

Neste post irei demonstrar como instalar e configurar o PhpStorm 8 no Debian, mais especificamente na sua última versão, a Jessie. Mas para quem não conhece, o que vem a ser o PhpStorm? O PhpStorm é uma IDE para desenvolvimento PHP que tem como foco, auxiliar o seu usuário a construir suas páginas com mais facilidade e rapidez, além de possibilitar uma organização fácil para a sua estrutura de arquivos. É uma das melhores IDE's do mercado para se trabalhar com código, principalmente para web.

Agora que você já foi apresentado ao PhpStorm, é hora de configurarmos o nosso ambiente para instalá-lo. Abaixo os passos que devem ser seguidos:

1° Passo

O primeiro passo é verificar se você possui o Java Instalado. Pode ser o OpenJDK (na sua versão 1.7 ou superior) ou o JDK (ou Java da Oracle). Por padrão o OpenJDK já está instalado no Debian, mas caso você prefira o JDK, basta instalá-lo como é demonstrado neste post. O post se refere a versão 7 (Wheezy) do Debian, mas o procedimento é o mesmo para quem já está usando a versão 8 (Jessie).

Ah sim, a princípio o PhpStorm só roda no Gnome ou no KDE.

2° Passo

O segundo passo é o menos complicado. Acesse o site de download do PhpStorm (https://www.jetbrains.com/phpstorm/download/) faça o download do mesmo e siga estes procedimentos:

Descompacte o arquivo PhpStorm-*.tar.gz usando o seguinte comando:

Code

tar xfz PhpStorm-*.tar.gz

Rode o phpstorm.sh que está dentro do subdiretório bin.

Continue Lendo »

Lançado o Debian 8 - Jessie

Após quase 24 meses de constante desenvolvimento, o projeto Debian tem o orgulho de apresentar a sua nova versão estável 8 (codinome Jessie) que será suportada durante os próximos 5 anos, graças ao trabalho combinado da equipe de Segurança do Debian e da equipe de Suporte de Longo Prazo do Debian.

Jessie vem com um novo sistema init padrão, o systemd. A suíte systemd fornece muitos recursos interessantes, tais como inicialização mais rápida, cgroups para serviços, a possibilidade de isolar parte dos serviços. O sistema init sysvinit já existente ainda está disponível na Jessie.

O suporte à UEFI (Unified Extensible Firmware Interface) introduzido na Wheezy também foi bastante melhorado na Jessie. Isso inclui soluções alternativas para vários bugs conhecidos de firmware, suporte à UEFI em sistemas de 32 bits e suporte a kernels de 64 bits com firmware UEFI de 32 bits (com o último estando incluído apenas em nossa mídia de instalação multi-arch amd64/i386). 

Desde o lançamento anterior, os membros do projeto Debian também fizeram melhorias importantes em nossos serviços de apoio. Uma delas é uma visão navegável de todo o código fonte entregue no Debian, atualmente disponível em sources.debian.net. Claro, com mais de 20.000 pacotes fonte, pode ser bastante difícil de encontrar o arquivo certo. Por isso, nós também estamos muito satisfeitos em apresentar o Buscador de Código Debian, disponível em codesearch.debian.net. Ambos os serviços são complementados por um sistema de rastreamento de pacotes completamente reescrito e mais responsivo.

Continue Lendo »

Instalando o Oracle JDK no Debian 7 (Wheezy)

O OpenJDK é um projeto da Sun Microsystems para a criação de um Java Development Kit baseado totalmente em Software Livre e de código aberto que, por padrão, está incluso nas novas distribuições do Debian, porém, o OpenJDK não é compatível com vários sites de bancos e alguns programas de desenvolvimento (development), forçando-nos a instalar o Java Oracle (JDK). 

Antes de instalar o JDK, digite no terminal:

Shell

java -version

Se aparecer algo como na imagem abaixo, significa que seu sistema já possui JAVA, porém OpenJDK.

Continue Lendo »

Resolvendo Erro Could not Configure Windows

Windows setup could not configure Windows to run on this computer’s hardware.  A tradução seria: A Instalação do Windows não pôde configurar o Windows para rodar no hardware deste computador.

Mas o que é isso? Bem, segundo a própria Microsoft, o Windows 7 tem uma incompatibilidade com alguns chips controladores de HD da marca INTEL, ou seja, é um BUG do Windows 7. Isso não tem nada a ver com não tem haver com o disco de instalação ou Pen Drive de boot, então não precisa jogar nada na parede. Ah sim, e isso é no próprio instalador do Windows 7 e varia de computador para computador, pode acontecer com um e não acontecer com outro, depende muito do hardware da controladora de HD intel.

E como que eu resolvo?

Continue Lendo »

PHP: Mudanças nas funções htmlspecialchars() e htmlentities()

Desde a versão 5.4 do PHP, as funções htmlspecialchars() e htmlentities() passaram por um refactoring e tiveram grandes porções internas de código reescritas. Além de melhorias e correções de bugs, o terceiro parâmetro destas funções (que até então tinha como default ISO-8859-1), passou a ser UTF-8, refletindo o encoding usado pela maioria das aplicações.

Entretanto, alguns cuidados devem ser adotados, principalmente por quem ainda utiliza PHP sobre bases de dados ISO-8859-1. Ao utilizar uma dessas funções sobre uma string ISO com caracteres acentuados, o retorno (que antes funcionava), agora passa a ser vazio (string vazia). 

Para testar, basta digitar o conteúdo a seguir e salvar em um arquivo ISO. Você verá que o retorno será string vazia.

PHP

<?php
    var_dump(htmlspecialchars'São Paulo'));
?>

Como dito anteriormente, o encoding padrão aguardado por estas funções passou a ser UTF-8. Assim, quando você utilizar essas funções com uma string que não está em UTF-8, deverá indicar o encoding como parâmetro, como no exemplo a seguir.

PHP

<?php
    var_dump(htmlspecialchars'São Paulo'0"iso-8859-1"));
?>

1 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 90